terça-feira, 9 de junho de 2015

Conheça um pouco sobre o transtorno de personalidade Borderline




Como se manifesta o transtorno borderline e como identificar uma pessoa com esse transtorno de personalidade?

O transtorno de personalidade borderline também é considerado como transtorno de personalidade impulsiva ou explosiva, pois indivíduos acometidos por esse transtorno apresenta sintomas característicos de baixo enfrentamento a frustrações, agressividade, auto-ataque e uma impulsividade fora de controle.

O transtorno borderline é relativamente comum e resulta em considerável comprometimento na vida do indivíduo. O tratamento psicoterápico deste transtorno de personalidade, assim como em outros casos, é bastante difícil, pois existe frequentemente o risco de resultados negativos, principalmente em algumas abordagens terapêuticas menos diretivas.

As características mais marcantes de indivíduos com transtorno de personalidade borderline são a intensidade de reações emocionais distorcidas nestes clientes, a labilidade de humor, alterando do depressivo ao eufórico, variedade de sintomas adjacentes que alteram comportamentos, pensamentos e atitudes, agitação ansiosa, raiva intensa ou impulsividade na solução de problemas ou ataque ao outro, realizam ações que depois de um tempo percebem que são irracionais e desnecessárias, mas já foram feitas e as consequências são marcantes, com isso se tornam contra producentes e imprevisíveis.

Apresentam dificuldades comportamentais, sentimentos e pensamentos que tipicamente tem um padrão errático, inconsistente, e comprometedor, pois agem sem pensar, ou sem freio em sua impulsividade, muitas vezes agredindo ou deslocando ao outro uma agressividade que não era de origem destinada àquela indivíduo ou situação.

o entanto, estes indivíduos não agem assim o tempo todo, muitas vezes se portam de maneira controlada, adequada e eficiente, mostrando-se capazes de interagir consistentemente, porém em momentos variados apresentam o descontrole emocional e comportamental que distorcem a imagem inicial e demonstram o quanto estão comprometidos por estes sintomas.

A busca da terapia ocorre normalmente em momentos de crises e, muitas vezes, passado ou controlado estas crises, sentem que não mais precisam de tratamento e agem novamente de forma impulsiva e imprecisa, retirando-se do tratamento e excluindo o aprendizado e os recursos ganhos em terapia.

O trabalho terapêutico precisa ser constante e eficaz, com bom vinculo e com capacidade de registrar e trabalhar o histórico de vida do paciente para que ocorra maior engajamento e se alcance resultados satisfatórios e consistentes numa terapia focada e dirigida numa abordagem que permita a atuação participativa de ambos terapeuta e cliente.

Você pode saber mais sobre transtorno de personalidade, transtorno borderline, pessoa borderline e também sobre outros transtornos de personalidade, acessando estas categorias no site ou clicando nos links desta página. Acesse também os testes de personalidade e testes psicológicos.


Fonte: site psicologia na net